Consultoria

ALGUMAS REGRAS BÁSICAS DO AQUARISMO

por Katsuzo Koike

Pequenas regras gerais do aquarismo. Óbvias para quem conhece, mas úteis para os iniciantes, de vez em quando:

Não é o gasto elevado que faz um “bom“ aquário.
Mas é melhor ter instrumentos de marcas reconhecidas, para não se arrepender depois. Aquário: quanto menos se mexe, melhor fica; aliás, se vai mexer, faça tudo de vez, no início da montagem, antes dos peixes chegarem;
Ansiedade não combina com aquarismo; paciência é o segredo!
Dê chance para seus peixes viverem. Informe-se sobre aquarismo antes de montar seu aquário.
O aquarista está ficando bom quando seus peixes param de morrer;
Deixe a beleza do aquário para 2o lugar. Em 1o lugar deve ficar a saúde dos peixes.
Seu aquário não é um laboratório para experiências mirabolantes: respeite a vida neles;
Se já não tem tanques em casa, NUNCA compre o aquário e os peixes no mesmo dia;
Estude e pesquise sobre a “água”. Quem dominar a biologia e química da água, tem 90% dos problemas resolvidos no aquário;
Há quem pense que após encher o tanque de água, pronto, é só colocar os peixes e curtir: grande equívoco!
Cuidado na escolha do local onde ficará seu aquário: é bom evitar lugar de passagem de pessoas, correntes de vento, e luz direta do sol.
A base que vai suportar o aquário precisa ser muito regular e plana. É só colocar embaixo lâminas de isopor (esferovite) ou emborrachados planos e fofos (EVA). Uma pequena pedrinha embaixo do vidro, mesmo que quase invisível, pode trincar seu aquário.
Coloque o aquário em local bem nivelado, tanto no piso quanto no seu móvel. Desnível é perigoso para os aquários.
A regra mais básica daqui: após cheio, o aquário não deve ser removido do lugar, nem tente alçá-lo ou empurrá-lo: é acidente na certa;
Não coloque os peixes na água que sai direto da torneira; não no mesmo dia;
Água recém saída de torneira ainda não está biologicamente adequada para peixes, aliás, ela é venenosa para eles, pelo cloro que apresenta;
Seu aquário, após montado e cheio, deve esperar três ou quatro semanas SEM PEIXES, tempo para equilibrar sua biologia;
Esse tempo de adequação é chamado CICLAGEM, no qual tudo deve funcionar no aquário: bomba, filtragens e iluminação;
É pura lenda achar que se deve começar no aquarismo com um tanque pequeno (de 20 a 30L);
Quanto menor o aquário, mais difícil para o aquarista iniciante estabilizá-lo, maior mortandade de peixes;
Quer começar bem? Aquários de 90 a 130L são um bom começo. Em geral, depois, passa-se para outros tanques de 200 a 250.
O que vai definir a ambientação, arrumação interior, plantas escolhidas, parâmetros da água, substratos, etc no aquário serão os seus futuros hóspedes;
Há quem faça o caminho inverso: após montar, ambientar e ciclar o aquário, e dependendo dos parâmetros aos quais sua água chegar, aí sim, escolhe os peixes possíveis para colocar ali;
Luz do sol não é a melhor para os aquários.
Mas sem claridade do dia, também é ruim;
Não coloque a iluminação que VOCÊ quer no aquário, mas a que sua fauna e flora precisam;
Entre 20% a 30% da água de aquário precisa ser trocada semanalmente por água nova (água descansada por pelo menos dois dias); são as chamadas Trocas Parciais, ou TPAs;
Quanto menos TPA, mais gastos com peixes. (ou: Economia com água, prejuízo com peixes);
Água cristalina nem sempre é a melhor para aos peixes; depende da água, depende do peixe;
Produtos de limpeza, longe do aquário;
Apenas compre peixes após o aquário estar montado e após passar seu tempo de ciclagem;
Não há tempo definido ou exato para a ciclagem: depende da água do local, do ambiente criado no aquário, do tamanho do mesmo e dos cuidados do criador;
Cuidado! Muitos substratos interferem na água;
Nunca esqueça de fazer a sifonagem do fundo: isso melhora a qualidade da água e a vida dos peixes;
Aquário sem filtro = morte iminente
Nunca deixe a circulação do aquário parada (bomba + filtragem).
Aquário com plantas é mais fácil de estabilizar;
O melhor peixe é aquele que vc conhece bem;
Por isso, sempre leia muito sobre uma espécie antes de comprá-la.
Não é o preço que faz o peixe: quase nunca os mais caros são os melhores de criar;
Há peixes solitários e de cardume, carnívoros, herbívoros ou onívoros, de superfície ou de fundo, de hábito diurno ou noturno, que vive em tocas ou de nado livre, peixes agitados ou parados, agressivos ou dóceis; na hora de comprar sua fauna, pense nisso;
Cena triste: peixe grande em aquário pequeno;
É que nem todo peixe é adequado para o volume do aquário caseiro: nunca coloque em pequenos espaços peixes que crescem muito (ex: Carpas, Pangásius, Pacus, Pirarucus, Piranhas, Aruanãs, Peixes-Faca, Barbo Schwanefeldi, vários Peixes-gato e cascudos, etc. em tanques com menos de 200L é pura covardia, e em alguns casos, mesmo tanques de 400L são pequenos.
Grande erro de iniciantes: comprar 50 peixes para colocar em seu aquário de 40L.Aquário superlotado = muito estresse para os peixes e para o criador;
Cada espécie de peixe exige uma litragem mínima para viver bem. Pense nisso.
Não troque de peixes todo mês: time que está ganhando não se mexe.
Mas se seu time está perdendo, pare de comprar mais peixes, e primeiro cuide da biologia do aquário;
Lembre-se: a forma mais comum de trazer doenças para seu tanque é colocar nele novos peixes sem quarentena.
Água ruim = morte de peixes;
Quanto mais elevada a temperatura da água, menos oxigênio dissolvido;
Na dúvida entre comprar mais ou menos peixes para o aquário, pode confiar: compre bem menos do que desejaria;
Água de cor leitosa é mortal e imprópria para a vida do aquário;
Água leitosa durante a ciclagem é normal, pois em seguida tende a ficar cristalina;
A biologia dos aquários é complicada mesmo, mas quando a entendemos, tudo fica fácil.
É que cuidar de aquário exige conhecimento e experiência;
Alimentação saudável = comida de qualidade, na medida correta;
Não ponha comida até os peixes desinteressarem de comer;
Peixe saudável está sempre em busca de comida;
Sem enfrentar vários tipos de alga, um aquarista ainda não é experiente;
Nem sempre as algas são um elemento negativo na biologia do aquário; as pretas, azuladas e avermelhadas são as piores.
As plantas de aquário são variadas, desde as de superfície, as rasteiras, as de meio, as que ficam nos troncos, as que criam raízes no substrato, e as que vivem soltas na água.
Estude sobre a microbiologia dos aquários: é importantíssimo para o sucesso de sua criação.
As boas bactérias ficam nas mídias do filtro, ou seja, geralmente nas cerâmicas, no perlon ou esponja. Também ficam no substrato.
Lave bem em água limpa e corrente essas mídias quando novas, sem usar sabão nem detergente: faça isso, pois caso contrário pode ter uma péssima surpresa com sua água.
Passar sempre os peixes recem chegados em um aquário de quarentena para evitar doenças;
Quando utilizar remédios, que seja em um aquário hospital e, se com filtro, não utilize midias para filtragem química, muito menos biológica;
Adeque o peixe para o aquário e não o aquário para o peixe, corretores de PH são para emergências e não para uso continuo;
Conheça bem sobre o peixe que você planeja adquirir, só compre os peixes após ter certeza ser capaz de manter um ambiente similar o que ele vive;
Peixe é um ser vivo, um animal que sente dor, fica contente e tem instintos, não é um brinquedo;
Antes de colocar qualquer peixe em um espaço apertado (cito o Beta colocado popularmente em beteiras), imagine como você viveria trancado em uma pequena sala de 2m³, apenas comendo, sem nada para fazer.
Rochas pontiagudas podem machucar, prefira outras;
Não compre um casal de peixes se não quiser para cuidar dos filhotes;
Peixes de cardume, só compre de 5 para mais;
Monte um aquário para o peixe já adulto, mesmo que o compre filhote;
Pote de ração sempre muito bem fechado, guardado em local seco e arejado;
Nada de dar aos peixes farelo de pão, biscoitos ou ração de cachorro;
Alimento vivo sempre é muito bem vindo, mas cuidado com a procedência;
Antes de escolher um filtro considere não só o tamanho do aquário, mas também a fauna que ele abrigará
Nunca descuide da quantidade de mídia biológica utilizada, aqui vale o antes que sobre do que falte;
Plantas naturais sempre trarão benefícios aos peixes e qualidade da água.
Faça teste na pedra para verificar se altera o ph antes de coloca-la no aquario;
Estude o substrato antes de montar o aquario, lá na frente isso fará grande diferença;
Verifique se o tronco esta realmente seco e tratado;
Excesso de comida, algas na certa e qualidade de agua péssima;
Tem peixes que são eximios saltadores, feche todos os buracos que existir no aquário, inclusive cascata do filtro hang on;
Aquario quarentena/hospital não é regalia nem luxo.
Tais regras não são “verdades”, e sim conselhos e opiniões. Segue quem quiser, hehe. A lista merece crescer….os amigos estejam à vontade.

× Posso ajudar?